ARTEIRA


Eu sou a Arteira, fui abandonada prenha e estava vivendo com uns mendigos.

Tive na rua meus bebes, mas alguns viraram estrelinhas e outros roubaram de mim.

Fui resgatada pela Abeac bem triste e doentinha, mas com os cuidados que recebi, logo me recuperei, hoje estou bem e vivo feliz e protegida aqui na Abeac.